Reduzindo o custo operacional de termoelétricas a diesel com a tecnologia Twin Power.

Conforme vimos em um post anterior, o advento de uma nova geração de geradores de energia portáteis tem aumentado cada vez mais a viabilidade econômica de UTEs (Usinas Termo Elétricas) movidas a diesel.

Um fator chave, que merece uma análise detalhada, é o impacto do custo de combustível na viabilidade econômica de uma UTE.

Se considerarmos somente o custo de operação, o combustível é responsável por cerca de 95% do investimento mensal em uma termoelétrica, sendo o restante relacionado à mão de obra e manutenções. Mesmo se acrescermos na conta o valor de construção e instalação da usina, e considerarmos por exemplo um financiamento do investimento ao longo de 4 anos, ainda assim, o custo mensal do combustível representará em torno de 40 a 50% do total.


Deste modo, o grande potencial para redução do custo operacional está no consumo específico dos geradores de energia que compõem a usina.

O consumo específico pode ser definido como a relação entre o consumo horário e a potência elétrica útil. Ele indica a eficiência de um motor de combustível para transformar em energia mecânica, e é expresso como a quantidade de combustível a ser consumido (em gramas), para uma dada potência em quilowatts (KW), durante uma hora (g / kWh).

Dentre as diversas inovações tecnológicas que vêm tornando os geradores portáteis cada vez mais atrativos, está a tecnologia Twin Power, que apresenta um consumo específico inferior ao de geradores com motor único. Nós abordamos este estudo diferencial em um de nossos posts. Se você ainda não leu este post, vale a pena ver.

Outro aspecto de aperfeiçoamento está no desempenho sob condições de operação adversas.

Os geradores de energia normalmente são fabricados para operar com temperatura ambiente máxima de 40°C e altitude de 1.000 m acima do nível do mar. Para serviço em condições mais adversas, é necessário escolher modelos mais robustos. Quando grandes fabricantes mundiais de geradores passaram a investir no desenvolvimento de soluções específicas para UTEs, esta adequação foi considerada nos projetos, e atualmente existem soluções específicas, com projetos de sistemas de refrigeração adequados para manter a potência real e o correto funcionamento do gerador mesmo sob altas temperaturas. E isto é válido também para geradores com a arquitetura Twin Power.

“Desde os primeiros equipamentos que surgiram no mercado nacional com a proposta de dois motores, a tecnologia evoluiu muito, especialmente com a entrada de grandes marcas globais que conseguiram criar geradores que realmente entregam a potência que prometem, mesmo operando com altas temperaturas.” – afirma Vanderson Lopes - Factory Product Manager – da Atlas Copco Portable Energy.

 

 
Loading
Conheça Nossos Canais:








 

VÍDEOS EM DESTAQUE

Assista o vídeo
Atlas Copco - Compressores de ar portáteis - Hard Hat (Carenagem reforçada)
Assista o vídeo
Atlas Copco - Compressores de ar portáteis - Hard Hat (Carenagem reforçada)
 

Sobre o blogER

O blogER, é um blog feito para engenheiros e profissionais da construção civil. Para saber as novidades do setor de energia portátil, entre no nosso blog, e também nos acompanhe nas redes sociais.

 
 

Comentários

Não há comentários para este artigo.

Nome:

E-mail:

Telefone:

Comentário: