#64 - Geradores de energia: diferentes projetos, diferentes custos de manutenção – parte 2

Este post é a segunda parte e continuação (Post #63) de uma análise referente às recentes otimizações de projetos de engenharia trazidos pela nova geração de geradores de energia portátil em contêineres (1 MW ou mais).

Vimos que a arquitetura com dois motores (Twin Power), permite que “metade” do gerador continue funcionando enquanto a outra sofre manutenção. Entretanto, este tipo de facilidade perde a utilidade se o tempo de manutenção do “lado” inativo for muito grande.

Assim, para os casos mais complexos de manutenção, faz muita diferença se o motor e o alternador puderem ser removidos rapidamente.

Neste aspecto, o destaque vai para o recém lançado gerador da Atlas Copco, modelo QAC 1100. O motor pode ser removido pela porta sem necessidade de desmontagem. E o alternador, possui um sistema de trilhos que permite a ele deslizar para fora do equipamento.

Veja na animação abaixo como funciona:

Este equipamento, com tecnologia Twin Power, possui portas de acesso de ambos os lados, de modo que um conjunto de motor/alternador possa sofrer manutenção sem interferir com o outro.

Uma bomba manual permite a rápida extração do óleo, agilizando ainda mais a retirada do motor.

 
Loading
Conheça Nossos Canais:








 

VÍDEOS EM DESTAQUE

Assista o vídeo
Atlas Copco - Geradores QAS 360 / QAS 550
Assista o vídeo
Atlas Copco - Geradores QAS 360 / QAS 550
 

Sobre o blogER

O blogER, é um blog feito para engenheiros e profissionais da construção civil. Para saber as novidades do setor de energia portátil, entre no nosso blog, e também nos acompanhe nas redes sociais.

 

Comentários

Não há comentários para este artigo.

Nome:

E-mail:

Telefone:

Comentário: