#57- Equipamentos Atlas Copco agregam valor para o Grupo Orguel.

Com sede em Belo Horizonte (MG), o Grupo Orguel - Organizações Guerra Lages - está há 52 anos no mercado e é formado pelas empresas Orguel, Mecan e Locguel. “Atuamos nos segmentos de construção, indústria, mineração, petróleo/gás e infraestrutura”, descreve Alex Cossenzo, Diretor Comercial da Orguel.

O Grupo Orguel está presente em praticamente todas as capitais do País, com filiais e representantes nas principais cidades brasileiras, na América Latina e África. Atualmente, as empresas do Grupo Orguel contam com cerca de 1.500 colaboradores e patrocinam dezenas de projetos sociais, educativos e ambientais. Seus produtos e serviços são certificados e premiados pelos mais importantes órgãos de controle de qualidade do Brasil e do mundo.

Iniciativas como campanhas de conscientização ambiental em comunidades onde a empresa atua e programas internos de coleta seletiva, ajudam no âmbito institucional (leia mais sobre esta tendência no post #04) e também agrega diferenciais competitivos (leia sobre como a pontuação LEED é cada vez mais importante para a indústria de construção no post #44).

Outro componente essencial desta bem-sucedida estratégia é o uso de equipamentos mais amigáveis com o meio ambiente. O Grupo Orguel tem investido sistematicamente em geradores portáteis a Diesel e torres de iluminação com certificação de chassi vedado (leia mais no post #17). Isso elimina o uso de bandejas de contenção e garante que os locais de operação destes equipamentos não corram risco de ter o subsolo contaminado por vazamentos de óleo e outros fluídos.

“Começamos a trabalhar com estes equipamentos em 2009, com a vantagem que fabricantes como a Atlas Copco, passaram a produzi-los totalmente no Brasil, facilitando seu processo de aquisição e reduzindo custos, inclusive de manutenção.”, avalia Alex.

O executivo afirma que nas obras de grande porte em que a empresa atua, tais como Rodo Anel, Belo Monte, Transolímpica, Aeroporto do Galeão e muitas outras, a qualidade e sustentabilidade dos equipamentos é muito importante.

“Como já trabalhávamos com os compressores portáteis desta mesma marca, desde 275 a 1000 pcm, para nós foi vantajoso ter várias soluções em um único fornecedor, tanto do ponto de vista de otimização da negociação quando facilidades de suporte técnico.” – finaliza.

 
Loading
Conheça Nossos Canais:








 

VÍDEOS EM DESTAQUE

Assista o vídeo
Atlas Copco - Geradores QAS 360 / QAS 550
Assista o vídeo
Atlas Copco - Geradores QAS 360 / QAS 550
 

Sobre o blogER

O blogER, é um blog feito para engenheiros e profissionais da construção civil. Para saber as novidades do setor de energia portátil, entre no nosso blog, e também nos acompanhe nas redes sociais.

 
 

Comentários

Não há comentários para este artigo.

Nome:

E-mail:

Telefone:

Comentário: