Novos dados reforçam risco de racionamento. Demanda por geradores de energia portátil continua em alta BlogER - O Blog da Energia Portátil

#55- Novos dados reforçam risco de racionamento. Demanda por geradores de energia portátil continua em alta.

Segundo o ONS, até 12 de junho de 2015, o nível dos reservatórios do Nordeste, Sul e Norte apresentou níveis inferiores ao observado no mesmo período de 2014. O Nordeste, segundo maior reservatório do País, está 9 pontos percentuais abaixo do observado no ano passado.

A maior diferença ocorre nos reservatórios do Sul, que estão 55 pontos percentuais abaixo do nível observado em junho de 2014.

O Sudeste, apresenta em junho de 2015 o mesmo nível observado em junho de 2014, projetando a mesma situação de escassez de água e energia que foi vivida no final do ano.

A expectativa é que ocorra, em julho, uma queda no nível dos reservatórios, exceto na região Sul, conforme mostra o gráfico a seguir.

Energias Armazenadas - PMO - Junho/2015

A afluência anual média na estação chuvosa continua bem abaixo do histórico dos anos anteriores e, mesmo que haja uma grande recuperação até o final do ano, é improvável que seja suficiente para um cenário melhor que o de 2014.

Níveis históricos dos reservatórios do SIN (%)

Níveis históricos de afluência (GWm)

Afluências abaixo dos níveis históricos nos últimos 3 anos

Veja abaixo uma projeção divulgada pela AES Brasil analisando o risco de racionamento, com base nas afluências até Abril e uma contribuição das usinas térmicas de 16GWm.

Reservatórios SIN (%) vs. Cenários Racionamento/ Racionalização

Segundo este estudo da AES Brasil, a MLT (Média de Longo Termo)*, estimada para 2015 é de 77%.

Considerando isso, o nível dos reservatórios, se nenhuma medida especial for tomada, chegará a apenas 17% da capacidade em Dezembro de 2015, ainda pior que os péssimos níveis do mesmo período em 2014. Para se chegar aos mesmos níveis de 2013, melhor ano entre os cinco últimos, seria necessário um racionamento, da ordem de 10%. Com ações de racionalização, como alta de preços, multas e outros “incentivos”, seria possível reduzir o consumo em 5% e chegar em 33% da capacidade no final do ano. No melhor dos cenários hidrológicos, seria possível chegar a 59% da capacidade, mas ao custo de 20% de racionamento, o que se configura no pior quadro possível para a indústria.

A única saída para o setor industrial, portanto, tem sido investir em geradores de energia, visto que, a alternativa para não haver racionamento será uma penalização financeira pelo consumo. Estatísticas divulgadas pelo PortaldoLocador.com, apontam que os geradores de energia estão em alta, na segunda colocação como equipamentos mais cotados, ficando atrás somente de andaimes. Outro website de comparação de preços (Zoom), mostra que o mercado teve um aumento de 50% na procura por geradores de energia.

Continue acompanhando pelo BlogER a evolução do mercado e as notícias sobre a crise hídrica e de energia.

*MLT (Média de Longo Termo): média aritmética das vazões naturais médias, correspondentes a um mesmo período, verificadas durante uma série histórica de observações.

 
Loading
Conheça Nossos Canais:








 

VÍDEOS EM DESTAQUE

Assista o vídeo
Atlas Copco - Compressores de ar portáteis - Hard Hat (Carenagem reforçada)
Assista o vídeo
Atlas Copco - Compressores de ar portáteis - Hard Hat (Carenagem reforçada)
 

Sobre o blogER

O blogER, é um blog feito para engenheiros e profissionais da construção civil. Para saber as novidades do setor de energia portátil, entre no nosso blog, e também nos acompanhe nas redes sociais.

 
 

Comentários

Não há comentários para este artigo.

Nome:

E-mail:

Telefone:

Comentário: